quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

22º Capitulo: Santorini

- Ana! Despacha-te! O Ezequiel já está lá em baixo à tua espera - como eu adorava que neste momento o tempo parasse... passei a manhã toda no salão a ajudar a Inês e a Mariana, duas grandes amigas minhas que iriam ser as minhas ajudantes. Marcamos a viagem para a Grécia ontem à noite, mas o Ezequiel insistiu para que fossemos hoje, segunda-feira. São 15:00h e o nosso avião é às 16:30h e eu ainda estou a por mais um conjunto de roupa na mala. Isto só mesmo coisas a mim. Despachei-me a por tudo para dentro da mala, ao molho, e sai do meu quarto indo até à sala onde estava a minha mãe. 
- Mãe! Já sabes, a Inês e a Mariana estão no salão, mas queria que passasses por lá para as ajudares, cuida bem do meu Lucky (tinha conseguido arranjar o nome para o meu bebé) eu amo-te muito, mãezinha - dei-lhe dois beijinhos e um abraço.
- Vai descansada. Aproveita estes dias com o Ezequiel, mas tenham juízo. 
- Sim, sim avozinha. 
- Não brinques comigo. 
- Eu não estou a brincar... és avozinha do Lucky. 
- Ai rapariga! Ganha juízo de uma vez! 
- Vou tentar. Mas vá, tenho de ir. Xau mamã - dei-lhe mais dois beijinhos.
- Depois avisa que chegaste bem... se não for por telefone, que seja por mail, facebook ou twitter, mas avisa. 
- Claro. Vá, beijinhos e vê se na minha ausência arranjas alguém. 
- Ana Maria! 
- Beijinhos. 
Levei as duas trolley's, sim eram duas: uma maiorzita com roupa e outra mais pequena com os sapatos; levei-as para o elevador e desci até ao rés-do-chão. 
Sai do elevador e fui até ao exterior do prédio. O Ezequiel estava a andar de um lado para o outro junto do carro. 
- Desculpa, desculpa amor - deixei as malas junto do carro, fui até ele e dei-lhe um beijo. Desde ontem que não o via e as saudades apertavam. Estar junto dele era agora uma necessidade de primeira.
- Não me digas que só agora é que fizeste as malas? 
- Não... eu fiz ontem à noite, mas ainda tive a por mais algumas coisas lá dentro... mas, vamos? 
- Sim, sim - o Ezequiel colocou as malas na bagageira e antes de entrarmos no carro acenamos à minha mãe, que estava à janela.
Depois de entrarmos para o carro, o Ezequiel rumou ao aeroporto. Eram já 15:36h. Tínhamos de nos despachar o mais depressa. Ainda tínhamos de ir fazer o check-in e eu queria dormir um pouco... estava completamente pedrada de sono, apesar da agitação do meu dia. 
Depressa chegámos ao aeroporto, fizemos o chek-in e embarcamos. Assim que o avião descolou demorei muito pouco tempo para adormecer.

-------------
- Amor? - ouvi a voz do Ezequiel chamar-me e senti uma mão dele percorrer a minha coxa.
Abri os olhos e olhei para ele que me sorriu. 
- Já chegámos? 
- Estamos a chegar. 
Endireitei-me no assento e espreitei a janela. 
- Isto ainda é mais bonito que nas fotografias. 
- Podes crer... é o paraíso na terra. 
- Não! Tu és o paraíso na terra - virei-me para ele e dei-lhe um beijo - esta vai ser a melhor semana das nossas vidas. 
- Melhor do que as que passamos em Espanha? 
- Muito melhor.
- Estou para ver isso - ele deu-me mais um beijo.
- Senhores passageiros estamos prontos a aterrar, coloquem os cintos e obrigada por viajarem na nossa companhia. 
Fizemos o que a assistente de bordo mandou e em menos de meia hora já estávamos com os pés bem assentes em Santorini, um arquipélago das ilhas Gregas.
Fomos levantar as nossas malas e fomos para o autocarro que nos iria levar para o nosso paraíso escolhido a dedo. 
Em menos de 10 minutos já estávamos no hotel onde iríamos ficar.
Fomos levantar a chave da nossa suite, era mais um género de casa, mas o Ezequiel insistiu. Tivemos de puxar do nosso inglês ferrugento porque nenhum de nós falava grego nem o recepcionista português ou espanhol. 
- Isto é lindo! - comentei quando chegámos ao nosso cantinho durante esta semana. 
- Podes crer...
- Vou avisar a minha mãe que já chegámos. 
- Tá bom. Eu levo as malas para dentro. 
- Levas as tuas... eu tenho duas mãozinhas que levam as minhas. 
- Qual é o mal de eu levar as tuas? 
- Nenhum, mas não és meu criado. 
Ele aproximou-se de mim e agarrou-me pela cintura.
- Sou teu namorado e não me custa nada ser cavalheiro - deu-me um beijo super estonteante. Ele parou o beijo, olhou-me e riu-se. Fez o que tinha na cabeça e levou as malas para o quarto. Eu aproveitei e tirei uma foto da vista que tinha do nosso quarto e publiquei-a no twitter para a minha mãe ver.
"Mamacita, nos próximos dias acordo com esta vista. Eu e o teu genro chegámos inteirinhos e a Grécia é linda. Besos. Te quiero."
Depois de tranquilizar a D. Rosa, comecei a mirar tudo o que podia esperar nestes dias.
Existia uma esplanada com espreguiçadeiras para todos os que estavam hospedados no hotel.


Mas nós tínhamos uma só para nós, juntamente com a piscina.



Era sem dúvida o paraíso e um sitio completamente romântico com vistas fabulosas. 


Entrei para o quarto e fiquei ainda mais fascinada. Era tão simples, mas ao mesmo tempo super romântico e totalmente a minha cara... acho que podia ter uma casa assim que não me importava nada.


- Isto é de deixar uma pessoa sem palavras - disse para o Ezequiel. 
- E tu ainda não viste a melhor parte. 
- Como é que pode haver melhor que isto? 
- Há pois! Um sitio que me deixou com algumas ideias. 
- Ideias... o que é que vem nessa cabeça? 
- Vem ver e diz-me que não pensas no mesmo - o Ezequiel agarrou-me pela mão e levou-me até à casa de banho. 


- E tu... queres por as tuas ideias em prática? - perguntei ao virar-me para ele. 
- Por mim é já! - ele caminhou comigo ainda mais para o interior da casa de banho.
- Então, mas vais ter de esperar... são horas de jantar e só depois é que é a sobremesa. 
- Em Espanha não te importaste de trocar a ordem... - disse beijando-me o pescoço. 
- Mas em Espanha, eu não tinha fome de comida - ele olhou-me e riu-se para de seguida me beijar. 
- Então vamos jantar e depois há direito a sobremesa aqui? 
- Podemos pensar nisso. 
- Então, anda - começamos os dois a caminhar e fomos até ao restaurante ao ar livre do hotel. 
Mais uma vez fiquei sem palavras com a paisagem... tínhamos vista para a zona das espreguiçadeira... este sitio é de tirar o fôlego a qualquer mulher sensível como eu. 


Tomamos calmamente o nosso jantar... estava um bocadinho vazio o restaurante, mas nós também estávamos a comer um bocadinho cedo, mas estava cheia de fome.

9 comentários:

  1. Simplesmente lindo, espero que corra tudo bem (;

    A ilha é linda, já conhecia porque é um dos meus destinos de sonho, fizes-te uma óptima escolha ;b

    Beijinhos

    Nii'i

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Aiiii tambem quero!! Santorini nao é lindo, é FANTASTICO, o verdadeiro PARAISO! Fogo tambem quero e nao me canso de repeti-lo. Um hotel/casa magnifico, vistas magnificas e quanto à companhia...bem acho que eles nao tem queixas, apenas muitas ideias para essas ferias...
    Hum espero o proximo porque este ja devorei e AMEI!

    Beijo
    Ana

    ResponderEliminar
  3. Adorei o local de viagem!!!
    Santorini é sem duvida um dos meus destinos de sonho!

    Bjokinhas
    Mariaa

    ResponderEliminar
  4. Amei <3
    Quero mais, por favor...
    Continua...
    Beijinhos :*

    ResponderEliminar
  5. Olá!
    Adorei!!!!!!!!!!!!!
    Quero mais!!
    Beijinhos
    Rita

    ResponderEliminar
  6. Olá :D

    Desculpa nunca ter deixado o meu comentário, mas ás vezes não tenho tempo ou esqueço-me e também já tinha alguns capítulos em atraso. Mas agora que me atualizei vou tentar comentar sempre que houver novo capítulo.

    Tenho a dizer que amo a fic, está fantástica, escreves muito bem e deixas-me sempre anciosa por mais e porque nunca sei o que irá acontecer.
    Espero que esta estadia corra lindamente e quero rápido o próximo capítulo!

    Ps: Adorei o destino que escolheste, é magnífico.

    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderEliminar
  7. =O (Epa, nao me enganei muito xD Grécia é pertinho de Itália ahaah)
    QUE LUXO para os olhos e para a mente XD
    Lindo-Lindo-Lindo!
    P.S. por que é que ñ levaste OS PRIMOS na bagagem?
    (Just kiding =P)

    ResponderEliminar
  8. Adorei!
    Santorini... Ai, ai! Também quero!
    Beijinhos

    ResponderEliminar